Pelo prisma da estética

[2002]

Autores

Otília Beatriz Fiori Arantes

Sinopse

Entrevista concedida à revista Rapsódia, do Departamento de Filosofia da FFLCH-USP, em 2002. Na entrevista, Otília refaz sua trajetória acadêmica e intelectual, ao mesmo tempo em que vai expondo seu pensamento a respeito de vários temas a que se dedicara até então, da crítica de Mário Pedrosa à arte pós-moderna, do esgotamento da Arquitetura Moderna à centralidade da cultura nas novas estratégias urbanas, os novos museus, a indústria cultural e a cultura do espetáculo, o lugar da crítica e, a questão central, presente ao longo da entrevista: a morte ou a sobrevida da arte, por consequência, da Estética.

Publicado originalmente em 2002 na Revista Rapsódia: almanaque de filosofia e arte, n.2. São Paulo: Departamento de Filosofia FFLCH-USP, p. 221-264.

Palavras-chave: Estética, FFLCH USP, CEAC, Artes plásticas, Arquitetura Moderna, Gilda de Mello e Souza, Mário Pedrosa, Charles Baudelaire, Habermas, Roberto Schwarz, Experiência estética, Morte da Arte, Hegel, Espetáculo, Cidades, Guy Débord, Adorno, Museus, Curadoria, Moda

Categorias

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

ISBN

978-65-00-12418-7